Ler - Ouvir - Ver

Estreias infantis em janeiro de 2019


Ano novo e tem muitas estreias infantis para curtir em família na Netflix, Amazon Prime, Cinema para aproveitar nas férias, dá só uma olhadinha:

Netflix

[Série] Pinky Malinky (01 de janeiro)

A vida é um piquenique para Pinky Malinky. É que, para ele, tudo tem seu lado bom – até mesmo ter nascido na forma de cachorro-quente. Classificação indicativa livre.

[Série] Lemony Snicket – Desventuras em Série (01 de janeiro)

Na temporada final, nada vai impedir os Baudelaires de desvendar o mistério da CSC e acabar de vez com a perseguição implacável do Conde Olaf. Classificação indicativa 12 anos.

[Série] Titãs (04 de janeiro)

Liderado por Robin, o ex-parceiro de Batman, um grupo de heróis adolescentes combate o crime e seus próprios demônios. Classificação indicativa não informada.

[Filme] Mulan (14 de janeiro)

Nesta animação, a Disney resgata uma lenda e conta a história de uma jovem destemida que se disfarça de homem para poder lutar no exército chinês. Classificação indicativa livre.

[Filme] Zootopia: Essa Cidade é o Bicho (15 de janeiro)

Quando uma lontra desaparece misteriosamente da cidade de Zootopia, uma coelha policial se junta a uma raposa tagarela para resolver o caso. Classificação indicativa livre.

[Série] Trolls: O ritmo continua! – Temporada 5 – (18 de janeiro)

Qual é o jeito mais maluco de viajar para uma ilha paradisíaca? O que você faria se o inverno durasse só um dia? Poppy e a turma da Vila Troll dão as respostas na quinta temporada de Trolls: o ritmo continua! Classificação indicativa livre.

[Série] Carmen Sandiego (18 de janeiro)

A série traz de volta a super ladra Carmen Sandiego, com novos golpes e velhas aventuras que lhe deram fama pelo mundo afora. Classificação indicativa livre.

[Série] Star Trek: Discovery – Temporada 2 (18 de janeiro)

Eventos misteriosos em diferentes regiões da galáxia levam a Discovery a uma nova missão com um capitão interino: Christopher Pike, da Enterprise. Classificação indicativa 14 anos.

Cinema

Wifi Ralph (03 de janeiro)

Ralph, o mais famoso vilão dos videogames, e Vanellope, sua companheira atrapalhada, iniciam mais uma arriscada aventura. Após a gloriosa vitória no Fliperama Litwak, a dupla viaja para a world wide web, no universo expansivo e desconhecido da internet. Dessa vez, a missão é achar uma peça reserva para salvar o videogame Corrida Doce, de Vanellope. Para isso, eles contam com a ajuda dos “cidadãos da Internet” e de Yess, a alma por trás do “Buzzztube”, um famoso website que dita tendências. Classificação indicativa 6 anos.

Dragon Ball Super – O Filme (03 de janeiro)

Apesar da Terra estar em um período de calmaria, Goku se recusa a parar de treinar constantemente – ele quer estar pronto para quando uma nova ameaça surgir. O que ele não imaginava era que seu novo inimigo seria Broly, um poderoso super saiyajin sedento por vingança, que deseja destruir todos que encontrar pela frente. Classificação indicativa 9 anos.

Homem Aranha no Aranhaverso (10 de janeiro)

Miles Morales é um jovem negro do Brooklyn que se tornou o Homem-Aranha inspirado no legado de Peter Parker, já falecido. Entretanto, ao visitar o túmulo de seu ídolo em uma noite chuvosa, ele é surpreendido com a presença do próprio Peter, vestindo o traje do herói aracnídeo sob um sobretudo. A surpresa fica ainda maior quando Miles descobre que ele veio de uma dimensão paralela, assim como outras variações do Homem-Aranha. Classificação indicativa: a definir por http://www.culturadigital.br/classind.

 

Como treinar seu dragão 3 (17 de janeiro)

Agora chefe e governante de Berk ao lado de Astrid, Soluço criou uma gloriosa e caótica utopia de dragões. Quando a súbita aparição da Fúria da Luz coincide com a ameaça mais sombria que sua aldeia já enfrentou, Soluço e Banguela devem deixar seu verdadeiro lar e viajar para um mundo escondido que só existe nas lendas. À medida que seus verdadeiros destinos forem revelados, o dragão e o cavaleiro lutarão juntos – até os confins da Terra – para proteger tudo o que eles construíram até aqui. Classificação indicativa: a definir por http://www.culturadigital.br/classind.

 

Você pode gostar também

Sem comentários

Deixar uma resposta